Administração do Brasil Colônia

Capitanias Hereditárias

Com o intuito de melhor povoar e melhor fiscalizar a colônia, a coroa portuguesa dividiu o território colonial em lotes, e as doou a fidalgos portugueses no ano de 1534. Nesse momento surge o primeiro sistema de administração do Brasil; as capitanias hereditárias. As sesmarias (lotes de terras doados em nome do rei de Portugal), eram dividas pelos capitães donatários (nome dado aos administradores das capitanias). O Brasil colônia foi divido em quinze capitanias, doados por doze donatários. A doação era estabelecida através da Carta de Doação, documento que dava a posse da terra ao donatário e Foral, direitos e deveres do donatário com sua capitania.

Mapa Capitanias Hereditárias - História

A coroa cobrava de seus donatários dez por cento de seus lucros, além do quinto em relação aos materiais preciosos encontrados e o monopólio da exploração de pau-brasil. A manutenção da colônia através das capitanias foi um fracasso, dados os fatores abaixo:

Isolamento entre as capitanias

Falta de investimento da coroa

Ataques indígenas e estrangeiros

  Distancia entre as capitanias e Portugal

Por causa desses impasses, somente as capitanias de São Vicente e Pernambuco conseguiram prosperar. Em 1549 muda-se a forma de administração do Brasil colônia, onde é adotado o uso de um Governo-Geral. Tal logística não acabava com as capitanias hereditárias, apenas centralizava as decisões nas mãos de um governador-geral. O nome dado ao registro escrito dos poderes do governador, era Regimento Geral.

Governadores- Gerais

Tomé de Sousa (1549 – 1553)Governador Tomé de Sousa - História

  • Primeiro Governo-geral com sede em Salvador, Bahia.
  • Responsável pela doação de muitas sesmarias aos colonos que trouxe consigo.
  • Surgimento dos primeiros jesuítas, liderados por Manuel de Nóbrega.
  • Criação do primeiro Bispado, liderado por D. Pero Fernandes Sardinha (1549).

Duarte da Costa (1553 – 1558)

  • Criação de uma missão jesuítica em São Vicente.
  • José de Anchieta (catequização indígena).Governador Duarte da Costa - História
  • Fundação do colégio São Paulo em 1554 (ensino da língua portuguesa e catequização).
  • Confederação dos Tamoios
    • “União” dos franceses + índios tamoios durante a invasão Francesa em 1555 na região do Rio de Janeiro que objetivava fundar a França Antártica.

Mem de Sá (1558 – 1572)Governador Mem de sá- História

  • Expulsão dos franceses
  • Fundação do Forte São Sebastião por Estácio de Sá.

Com a morte de Mem de Sá, Portugal divide o Brasil colônia em dois Governos-Gerais (uma sede em Salvador e outra no Rio de Janeiro), numa tentativa de melhoria da administração. Novamente sem sucesso, no ano de 1578 ocorre a centralização do poder em Salvador, através do governo de Lourenço da Veiga.

Londrinense, 22 anos, graduando de História pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Além da história, possui uma enorme admiração por astronomia e assuntos relacionados ao universo.
COMPARTILHE!

Lucas Valle

Londrinense, 22 anos, graduando de História pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Além da história, possui uma enorme admiração por astronomia e assuntos relacionados ao universo.

2 comentários em “Administração do Brasil Colônia

Gostou? Deixe uma resposta!