Eras geológicas

É importante para conhecer as características da superfície da Terra estudar as eras geológicas.

A Terra tem mais de 4 bilhões de anos, tendo sofrido diversas mudanças em sua superfície ao longo do tempo. Para estudar essas mudanças nos baseamos no Tempo geológico, que mostra a evolução da Terra.

Tempo Geológico

O tempo geológico é uma cronologia que apresenta as mudanças ocorridas na Terra ao longo dos mais de 4 bilhões de ano. Cujo assunto é extremamente importante para compreendermos a origem e formação da Terra.

O tempo geológico é dividido em 4 eras geológicas e estas (as eras) são subdividas em períodos.

Veja abaixo duas imagens com as Eras Geológicas.

Eras Geológicas

Azoica:

Essa era inicia com o surgimento do Planeta Terra, onde não existia vida e a Terra estava em processo de resfriamento, o que proporcionaria a origem das primeiras rochas e da crosta terrestre. Para alguns cientistas, esta não é de fato uma era geológica e por isso não é contabilizada como tal nos livros didáticos.

De fato, é somente a era Pré-Cambriana que é contabilizada como início da vida na Terra.  Esta era é dividida em dois períodos: a Arqueozoica e Proterozoica

Arqueozoica:

Início a 4 bilhões de anos.  A característica central dessa era é a formação física do planeta.

É originado a crosta terrestre, dando a formação para os continentes e oceanos. Surge os escudos cristalinos e as rochas metamórficas, que são as mais antigas formações de relevo.

Proterozoica:

Início a cerca de 2,5 bilhões de anos atrás até 590 milhões de ano. Este período ocorre uma intensa transformação da crosta terrestre por causa dos movimentos internos pela atividade vulcânica.  Nessa atividade vulcânica, o magma do interior do núcleo da Terra alcança a superfície da crosta dando origem aos depósitos de minerais metálicos (ferro, manganês, ouro, etc). Com o acúmulo de oxigênio na atmosfera é originado nessa época as primeiras formas de vidas

Imagem relacionada
Atividade vulcânica e sua importância para a formação da Terra

Paleozoica:

Duração entre 590 milhões de anos até 248 milhões de ano. Nessa era é resfriado a superfície terrestre tendo a formação de calotas polares.

  • Surge os alpes montanhosos;
  • Aparecimento das rochas sedimentares e metamórficas
  • Formação das primeiras florestas;
  • Formação carboníferas
  • Origem dos primeiros anfíbios e répteis.

Mesozoica

A duração é de 250 milhões até 65 milhões de anos. É caracterizada pela intensa atividade vulcânica e derrame de lavas. É o período em que ocorre o aquecimento da superfície;

  • Sedimentação dos fundos marinhos
  • Divisão da Pangeia;
  • Surgimento das grandes florestas com plantas gigantes, dos primeiros dinossauros, dos animais mamíferos;
A divisão da Pangeia em dois supercontinentes: a Laurásia e Gondwana

Cenozoica

A era Cenozoica é dividida em duas partes: terciário (65 a 2 milhões) e quaternário (1 milhão)

Terciário:

Intenso movimento da crosta terrestre, formando os continentes atuais e que originou os dobramentos modernos, como a Cordilheira dos Andes da América do Sul, os Alpes da Europa e o Himalaia na Ásia. Estas são as cadeias montanhosas mais altas. Os grandes repteis desaparecem e é originado várias espécies de mamíferos e primatas.

Mapa físico da América do Sul: ao lado esquerdo da América é visível a cordilheira dos Andes que surgiu no período Terciário.
Quartenário:

Nesse período ocorre diversas mudanças climáticas chamadas de glaciações, o surgimento dos homens e a formação das bacias sedimentares recentes. Os continentes se posicionam da forma como conhecemos hoje.

Veja abaixo as mudanças nos continentes desde a Pangeia até atualmente. Depois, nosso tema será sobre a Deriva Continental.

Considerações finais

O tempo geológico é extremamente importante para compreendermos a origem e formação da Terra, pois apresenta uma cronologia dos acontecimentos na Terra.

Entre as 5 eras geológicas, a era Cenozoica é a que vivemos e é importante para explicarmos a atual Terra que vivemos. Como a formação dos dobramentos modernos no período Terciário e a vida do ser humano no período Quaternário.

Graduado e mestre em Geografia pela Unesp, campus de Presidente Prudente (SP). É atualmente professor de geografia em escolas particulares e públicas e professor de geopolítica em cursinho preparatório para vestibular. Escreve no Geografia no Vestibular e no Educa Help.
COMPARTILHE!

Leandro Nieves

Graduado e mestre em Geografia pela Unesp, campus de Presidente Prudente (SP). É atualmente professor de geografia em escolas particulares e públicas e professor de geopolítica em cursinho preparatório para vestibular. Escreve no Geografia no Vestibular e no Educa Help.

Gostou? Deixe uma resposta!