Exercícios – Ecologia

Como prometido, aqui está a lista de exercícios referentes aos últimos posts.

Alguns exercícios estão com a resolução comentada para ajudar na compreensão de vocês. Em caso de dúvidas deixem-as nos comentários (podem usar o facebook também!)

Lembrem-se que é treinando que se aprende e é justamente fazendo os exercícios que as dúvidas começam a aparecer, por isso essa etapa é tão importante quanto a leitura das teorias.

EXERCÍCIOS – ECOLOGIA, FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA NA NATUREZA E CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

 

  1. (Uece) Considere a afirmação abaixo:

“Micorriza é uma associação entre certos fungos presentes no solo e nas raízes das plantas. Nesta relação, o vegetal fornece matéria orgânica para a sobrevivência dos fungos e estes absorvem nutrientes minerais e água, transferindo-os para as raízes da planta”.

Estamos nos referindo a um exemplo de:

a) Mutualismo.

b) Comensalismo.

c) Inquilinismo.

d) Protocooperação.

  1. (UEL-PR) Considere o seguinte relato:

“O pássaro-palito penetra na boca aberta do crocodilo removendo os restos de alimento e parasitas encontrados entre seus dentes. Assim, o pássaro obtém o seu alimento e livra o crocodilo de seus parasitas”. Esse caso é um exemplo de

a) proto-cooperação.

b) comensalismo.

c) inquilinismo.

d) mutualismo.

e) predativismo.

    1. (Unesp-SP) Um gavião, que tem sob suas penas carrapatos e piolhos, traz preso em suas garras um rato, com pulgas em seus pelos. Entre o rato e as pulgas, entre os carrapatos e os piolhos e entre o gavião e o rato existem relações interespecíficas denominadas, respectivamente:

a) inquilinismo, competição e predatismo.

b) predatismo, competição e parasitismo.

c) parasitismo, competição e predatismo.

d) parasitismo, inquilinismo e predatismo.

e) parasitismo, predatismo e competição.

  1. (ENEM-2011) Os vaga-lumes machos e fêmeas emitem sinais luminosos para se atraírem para o acasalamento. O macho reconhece a fêmea de sua espécie e, atraído por ela, vai ao seu encontro. Porém, existe um tipo de vaga-lume, o Photuris, cuja fêmea engana e atrai os machos de outro tipo, o Photinus, fingindo ser desse gênero. Quando o macho Photinus se aproxima da fêmea Photuris, muito maior que ele, é atacado e devorado por ela.

BERTOLDI, O.G.; VASCONCELOS, J.R. Ciências & Sociedade: a aventura da vida, a aventura da tecnologia. São Paulo: Scipione, 2000 (adaptado).

A relação descrita no texto, entre a fêmea do gênero Photuris e o macho do gênero Photinus, é um exemplo de

a) comensalismo

b) inquilinismo

c) cooperação

d) predatismo

e) mutualismo

  1. (FUVEST 2009) A imagem mostra, no rio Cuiabá (Mato Grosso), um tuiuiú com uma piranha no bico. A cena representa parte de uma cadeia alimentar na natureza. No entanto, a construção de uma nova rodovia na região pode provocar desmatamento e afetar os ninhais dessa ave, provocando uma grande migração. Em uma simplificação da situação, considerando apenas essas duas espécies, assinale a afirmação que indica como essa alteração do ambiente poderá afetar as populações de tuiuiús e piranhas na referida região.

 

a)  Aumento na população de tuiuiús e diminuição da população de piranhas.

b)  Aumento na população de tuiuiús e sem alteração na população de piranhas.

c)  Sem alteração na população de tuiuiús e diminuição na população de piranhas.

d)  Diminuição na população de tuiuiús e aumento na população de piranhas.

e)  Diminuição na população de tuiuiús e diminuição na população de piranhas.

  1. (UDESC 2010) As orquídeas e a erva de passarinho são plantas que fazem fotossíntese e vivem sobre outras plantas. As orquídeas apenas se apoiam sobre as plantas, enquanto a erva de passarinho retira água e sais minerais das árvores em que vivem.

Assinale a alternativa correta quanto às relações da erva de passarinho e das orquídeas com as plantas hospedeiras, respectivamente.

a) Amensalismo e parasitismo.

b) Parasitismo e epifitismo.

c) Parasitismo e predatismo.

d) parasitismo e protocooperação.

e) protocooperação e epifitismo.

  1. (UFPR 2009) Associe os tipos de relação ecológica da coluna da direita com as situações apresentadas na coluna da esquerda.
      Um pássaro que se alimenta de carrapatos que vivem sobre grandes mamíferos, como bois ou búfalos.

Uma epífita (por exemplo, uma orquídea) que cresce sobre uma grande árvore.

Uma rêmora (ou peixe-piloto) que vive em associação com um tubarão, sendo transportada por ele e aproveitando-se dos restos da alimentação do carnívoro.

Bactérias e protozoários que vivem no interior do intestino de cupins, onde digerem a celulose.

(   ) Inquilinismo.

 

 

(  ) Comensalismo.

 

 

( ) Protocooperação (ou cooperação).

 

 

(  ) Mutualismo.

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo.

  1. a) 1, 3, 2, 4
  2. b) 4, 2, 1, 3
  3. c) 2, 3, 1, 4
  4. d) 2, 4, 3, 1
  5. e) 1, 2, 4, 3
  1. (UDESC 2008)

A teia alimentar mostrada abaixo apresenta as relações entre os diversos tipos de organismos. Sobre isso, é incorreto afirmar:

a) Existe apenas um representante dos organismos produtores

b) Apenas dois organismos representados na teia podem ser considerados como consumidor secundário e terciário ao mesmo tempo.

c) Fungos e bactérias representam os decompositores.

d) Na teia, os consumidores primários estão representados por dois organismos.

e) Existe apenas um consumidor estritamente secundário

  1. (VUNESP 2009) Considere o esquema que mostra diversos níveis tróficos ligados entre si formando uma teia alimentar na qual ocorre transferência de matéria e energia entre os organismos representados.

(Hickman, Roberts e Larson, Princípios integrados de zoologia. Adaptado)

Ao destacar uma cadeia alimentar com cinco níveis tróficos, dentre as várias relações, pode-se considerar que, nessa cadeia

a) a quantidade de energia disponível no nível trófico do gafanhoto é maior que no nível trófico do musaranho.

b) a quantidade de energia disponível nos níveis tróficos dos camundongos e ratos é equivalente.

c) a quantidade de energia ao longo dessa cadeia sofre pequena variação devido à participação de organismos provenientes de diferentes ecossistemas.

d) a maior quantidade de energia disponível ocorre no nível trófico dos moluscos marinhos em relação ao nível trófico das aves costeiras.

e) a quantidade de energia pode aumentar ou diminuir, pois um mesmo animal pode participar de várias cadeias alimentares simultaneamente como o tico tico.

  1. (UFPR 2010) Abaixo estão representados três exemplos de cadeias alimentares na coluna da esquerda e, na coluna da direita, três pirâmides que expressam o número relativo de indivíduos em cada nível, numa situação de equilíbrio ecológico. Relacione as cadeias alimentares da coluna da esquerda com as pirâmides da direita.

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo.

a) 1, 2, 3.

b) 1, 3, 2.

c) 3, 1, 2.

d) 2, 1, 3.

e) 3, 2, 1.

    1. (UFPR 2010) Algumas populações de humanos têm sua dieta baseada em carne de peixe. Para as populações que vivem à beira de rios poluídos por mercúrio, por exemplo, é mais prejudicial comer peixes carnívoros do que peixes herbívoros porque:

a) os peixes carnívoros se alimentam de qualquer tipo de organismo, aumentando a chance de contaminação por substâncias tóxicas além do mercúrio.

b) os peixes herbívoros não ficam expostos ao mercúrio por muito tempo, diminuindo as chances de contaminar os humanos.

c) os peixes carnívoros ficam expostos também ao mercúrio presente no ar.

d) os peixes carnívoros acumulam o mercúrio em seu organismo quando se alimentam de outros organismos, inclusive os peixes herbívoros.

e) os peixes herbívoros não acumulam mercúrio em seus tecidos

 

  1. (Enem 2014) Os parasitoides (misto de parasitas e predadores) são insetos diminutos que têm hábitos muito peculiares: suas larvas podem se desenvolver dentro do corpo de outros organismos, como mostra a figura. A forma adulta se alimenta de pólen e açúcares. Em geral, cada parasitoide ataca hospedeiros de determinada espécie e, por isso, esses organismos vêm sendo amplamente usados para o controle biológico de pragas agrícolas.

A forma larval do parasitoide assume qual papel nessa cadeia alimentar?

a) Consumidor primário, pois ataca diretamente uma espécie herbívora.

b) Consumidor secundário, pois se alimenta diretamente dos tecidos da lagarta.

c) Organismo heterótrofo de primeira ordem, pois se alimenta de pólen na fase adulta.

d) Organismo heterótrofo de segunda ordem, pois apresenta o maior nível energético na cadeia.

e) Decompositor, pois se alimenta de tecidos do interior do corpo da lagarta e a leva à morte.

    1. (UFPE) Os seres vivos não são entidades isoladas. Eles interagem em seu ambiente com outros seres vivos e com componentes físicos e químicos. São afetados pelas condições desse ambiente. Com relação ao ecossistema marinho, assinale a alternativa correta:

a)      O Zooplâncton e o Fitoplâncton representam os organismos produtores (autotróficos) nas cadeias alimentares marinhas.

b)     Os consumidores secundários e terciários, nos mares, são representados principalmente por peixes.

c)      No ambiente marinho, não existem decompositores.

d)     As diatomáceas são os principais representantes do Zooplâncton.

e)      Todos os seres do Zooplâncton marinho são macroscópicos.

    1. 14. (PUC-RJ) Quando nos referimos ao ecossistema de um lago, dois conceitos são muito importantes: o ciclo dos nutrientes e o fluxo de energia. A energia necessária aos processos vitais de todos os elementos desde lago é reintroduzida neste ecossistema:

a)     Pela respiração dos produtores.

b)     Pela captura direta por parte dos consumidores.

c)     Pelo processo fotossintético.

d)    Pelo armazenamento da energia nas cadeias tróficas.

e)     Pela predação de níveis tróficos inferiores.

  1. 15. (FGV) As figuras apresentam pirâmides ecológicas que expressam, graficamente, a estrutura dos níveis tróficos de uma cadeia alimentar em termos de energia, biomassa ou número de indivíduos. A base das pirâmides representa os produtores, no primeiro nível trófico.

Das quatro figuras apresentadas, pode-se dizer corretamente que:

a) As figuras 1 e 4 podem representar pirâmides de energia.

b) A figura1 é a única que pode representar uma pirâmide de biomassa.

c) A figura 2 pode representar uma pirâmide de biomassa na cadeia alimentar fitoplâncton →zooplâncton.

d) A figura 3 é característica de uma pirâmide de números na situação em que o produtor é de grande porte, como cadeia alimentar árvores →macacos →

e) A figura 4 pode representar uma pirâmide de energia na cadeia alimentar capim →ratos →

16. (UNESP) Observe, inicialmente, as duas cadeias alimentares:

  1. árvore → preguiças → pulgas → protozoários.
  2. milho → roedores → cobras → gaviões.

Observe os modelos de pirâmide a seguir:
Analise a pirâmide I e II

É correto afirmar, com relação às cadeias 1 e 2 e aos modelos de pirâmides I e II, que:

a) a pirâmide I pode representar tanto o número de indivíduos como a quantidade de energia disponível em cada nível trófico da cadeia 2.

b) a pirâmide II pode representar tanto o número de indivíduos como a quantidade de energia disponível em cada nível trófico da cadeia 1.

c) a pirâmide II pode representar a quantidade de energia disponível em cada nível trófico da cadeia 2.

d) a pirâmide I pode representar o número de indivíduos em cada nível trófico da cadeia 1.

e) a pirâmide I pode representar o número de indivíduos da cadeia 2, e a pirâmide II, a quantidade de energia disponível em cada nível trófico da cadeia 1.

 17. (FGV/2009) Os organismos mantêm constante troca de matéria com o ambiente. Os elementos químicos são retirados do ambiente pelos organismos, utilizados e novamente devolvidos ao meio, definindo os chamados ciclos biogeoquímicos. A figura representa um desses ciclos.

É correto dizer que a figura representa o ciclo:

  1. a) do fósforo, e as setas A e B representam, respectivamente, o trifosfato de adenosina (ATP) e o difosfato de adenosina (ADP).
    b) do oxigênio, e as setas A e B representam, respectivamente, a fotossíntese e a respiração.
    c) da água, e as setas A e B representam, respectivamente, a precipitação e a evapotranspiração.
    d) do nitrogênio, e as setas A e B representam, respectivamente, a biofixação e a desnitrificação.
    e) do carbono, e as setas A e B representam, respectivamente, a fotossíntese e a respiração.
  1.  (UFV/2009)O esquema refere-se à parte do ciclo biogeoquímico do nitrogênio. Os números (I a IV) correspondem às etapas que estão envolvidas na dinâmica desse ciclo.

Assinale a alternativa que contém duas correspondências INCORRETAS:

      a) Fixação (I) e nitrificação (II).
      b) Desnitrificação (II) e fixação (IV).
      c) Nitrificação (II) e nitrificação (III).
          d) Desnitrificação (IV) e desnitrificação (III).
  1. (UFMG/2004)Observe esta figura:

Os nódulos formados nas raízes das leguminosas resultam da colonização por bactérias fixadoras de nitrogênio.
Devido à presença desses nódulos nas raízes, as sementes de leguminosas – como a soja, por exemplo – são boas armazenadoras de

      a) amido.
      b) carboidratos.
      c) lipídios.
          d) proteínas.
  1. 20. (UFES)Na figura ao lado, está representado o Ciclo do Nitrogênio.

    a) Qual o composto nitrogenado formado pelos organismos representados pelo número 1 e como ele é utilizado pelas plantas?
    b) Descreva as seguintes etapas desse ciclo:

I – fixação;

II – nitrificação;

III – desnitrificação

    c) Descreva o papel das leguminosas nesse ciclo.

 

RESOLUÇÃO

  1. Alternativa “a” – mutualismo. Micorriza é um dos casos de associação obrigatória, em que os dois organismos são beneficiados, caracterizando uma relação interespecífica harmônica.
  1. Alternativa “a” – protocooperação. Associação em que as duas espécies obtém vantagens, mas podem viver sem a presença da outra.
  1. Alternativa “c” – parasitismo, competição e predatismo.
  1. Alternativa “d” – predatismo. Relação interespecífica em que um organismo alimenta-se de outro organismo de uma outra espécie.
  1. Alternativa “d” – Diminuição na população de tuiuiús e aumento na população de piranhas. A construção da rodovia causará a migração dos tuiuiús, diminuindo a população deles na região, e já que eles são predadores das piranhas, a população destas poderá crescer.
  1. Alternativa “b” – Parasitismo e epifitismo. As orquídeas apenas apoiam-se sobre as árvores para conseguir acesso à luz, sem prejudica-las, caracterizando assim uma relação interespecífica chamada de epifitismo, enquanto que as ervas de passarinho retira nutrientes das árvores, prejudicando-as, caracterizando uma relação de parasitismo.
  1. Alternativa “c” – 2, 3, 1, 4

Um pássaro que se alimenta de carrapatos que vivem sobre grandes mamíferos, como bois ou búfalos à protocooperação – ambos são beneficiados, mas não é uma relação obrigatória.

Uma epífita (por exemplo, uma orquídea) que cresce sobre uma grande árvore. à O epifitismo está sendo caracterizado como um caso de inquilinismo, em que um dos organismos é beneficiado com abrigo e o outro é indiferente.

Uma rêmora (ou peixe-piloto) que vive em associação com um tubarão, sendo transportada por ele e aproveitando-se dos restos da alimentação do carnívoro. à Comensalismo – A rêmora é beneficiada e o tubarão não é afetado.

Bactérias e protozoários que vivem no interior do intestino de cupins, onde digerem a celulose. à Mutualismo. As bactérias e protozoários recebem o alimento e o cupim tem a celulose digerida, ambos beneficiam-se.

  1. Existe apenas um representante dos organismos produtores à Nessa teia, apenas o capim é produtor.

Apenas dois organismos representados na teia podem ser considerados como consumidor secundário e terciário ao mesmo tempo. à Correto. O homem pode ser secundário (Vaca) e terciário (Galinha) e o gavião também (Gafanhoto e Cobra, respectivamente).

Fungos e bactérias representam os decompositores. à Correto

Na teia, os consumidores primários estão representados por dois organismos. à Correto. Gafanhoto e Vaca são consumidores primários.

Existe apenas um consumidor estritamente secundário à Incorreto. Galinha e Cobra são consumidores estritamente secundários nessa teia.

  1. Alternativa “d”
  1. Alternativa “c”
  1. Alternativa “d”
  1. Alternativa “b”
  1. Alternativa “b”

O Zooplâncton e o Fitoplâncton representam os organismos produtores (autotróficos) nas cadeias alimentares marinhas à Incorreta. Os representantes dos zooplâncton são animais, ou seja, são heterótrofos, portanto, não são produtores.

Os consumidores secundários e terciários, nos mares, são representados principalmente por peixes à Correto.

No ambiente marinho, não existem decompositores. à Incorreto. No ambiente marinho também existem decompositores, caso contrários, haveria um acumulo de matéria orgânica e o ambiente seria um deposito de matéria orgânica.

As diatomáceas são os principais representantes do Zooplâncton. à Incorreto. Diatomaceas são algas e, portanto, fazem parte do fitoplâncton.

Todos os seres do Zooplâncton marinho são macroscópicos. à Incorreto. Existem representantes microscópicos no zooplâncton.

  1. Alternativa “c” – A energia do sistema e, consequentemente, a matéria entram no sistema a partir da fotossíntese.
  2. Alternativa “c”

As figuras 1 e 4 podem representar pirâmides de energia. à Incorreta. Vimos que a pirâmide de energia NUNCA pode ser invertida.

A figura 1 é a única que pode representar uma pirâmide de biomassa. à Incorreta. A pirâmide de biomassa pode ser normal ou invertida.

A figura 2 pode representar uma pirâmide de biomassa na cadeia alimentar fitoplâncton → zooplâncton à Correta. Na cadeia alimentar referida a biomassa dos consumidores é maior do que a dos produtos (fitoplâncton),já que esses são, em sua maioria, seres microscópicos.

A figura 3 é característica de uma pirâmide de números na situação em que o produtor é de grande porte, como cadeia alimentar árvores → macacos → piolhos. à Incorreta.

A figura 4 pode representar uma pirâmide de energia na cadeia alimentar capim → ratos → cobras. Incorreta. Pirâmide de energia nunca é invertida.

  1. Alternativa “a”.
  1. Alternativa “e”
  1. Alternativa “b”

Fixação (I) e nitrificação (II). à Correto.

Desnitrificação (II) e fixação (IV). à Incorreto. A desnitrificação está representada em IV e a fixação em I.

Nitrificação (II) e nitrificação (III). à Correto.

Desnitrificação (IV) e desnitrificação (III). à Correto.

  1. Alternativa “d”. As proteínas são os macronutrientes nitrogenados.
  1. A) O composto formado é a amônia. Ele é utilizado na sintesse de compostos nitrogenados como aminoácidos e ácidos nucleicos.
  2. B) I – Conversão do gás nitrogênio em amônia pela ação de bactérias

II- Conversão de amônia em nitrato por ação de bactérias do solo.

III- Conversão de amônia em gás nitrogênio por bactérias desnitrificantes.

  1. C) As leguminosas possuem um papel importante no ciclo do nitrogênio por terem uma grande quantidade de bactérias Rhizobium em suas raízes, as quais participam do processo de fixação de nitrogênio, realizando a adubação verde.
Beatriz tem 19 anos e está em busca de uma vaga no curso de Medicina. Luta por uma Educação de qualidade mais acessível a todos e é por isso que se tornou Colunista de Biologia no EducaHelp.
COMPARTILHE!

Beatriz Silva

Beatriz tem 19 anos e está em busca de uma vaga no curso de Medicina. Luta por uma Educação de qualidade mais acessível a todos e é por isso que se tornou Colunista de Biologia no EducaHelp.

Um comentário em “Exercícios – Ecologia

  • 6 de fevereiro de 2017 em 15:09
    Permalink

    Fiquei com dúvida sobre a questão 9. A alternativa A também não está correta? Sendo o gafanhoto pertencente ao nível trófico de consumidor primário não teria ele mais energia acumulada que o musaranho, pertencente ao nível trófico de consumidor secundário?

    Resposta

Gostou? Deixe uma resposta!