Gênero lírico

O Eu lírico

idealiza um lugar; no início de sua existência, a poesia era composta para ser declamada ao som da lira, o que legitimou o nome dessa produção textual. Contrapondo-se ao gênero dramático e ao épico, na maioria das vezes, as obras líricas não têm o objetivo de representar o mundo exterior, mas de criar e dar vazão ao mundo interior e subjetivo do Eu.

Soneto

Poema dotado de uma regularidade métrica: constitui-se de dois quartetosrcante dos sonetos é a musicalidade, que se manifesta não só pelo ritmo, mas também pelas rimas, quase sempre empregadas.

Elegia – Originado na Grécia, trata-se de um poema no qual a temática pauta-se pela morte ou outros acontecimentos tristes.

Écloga – poema que retrata a vida bucólica, os acontecimentos ligados à vida pastoril.

Idílio – Retratado sob a forma de diálogos, também traduz a temática campesina.

Ode –  É um poema originário da Grécia, exaltando valores nobres sob um tom entusiástico.

Hino – ode destinada à exaltação dos deuses da pátria.

Epopeia

Texto narrativo (ainda que escrito em versos) que se constitui de cinco partes: proposição, invocação, dedicatória, narração e epílogo. As epopeias são geralmente recitadas por um narrador na 3ª pessoa (denominado de aedo), que, inspirado pelas musas, relata os grandes feitos e martírios de um herói. Isso significa que há um distanciamento entre quem conta a história (narrador) e quem a vivencia (herói) – situação diferente do que se passa no gênero lírico, em que o eu poético na primeira pessoa expressa seus sentimentos íntimos e subjetivos.

 

Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Atualmente mora em Londrina. É um dos responsáveis pela fundação do EducaHelp, plataforma de desenvolvimento de conteúdos para Pré-Vestibular.
COMPARTILHE!

Lucas Montini

Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Atualmente mora em Londrina. É um dos responsáveis pela fundação do EducaHelp, plataforma de desenvolvimento de conteúdos para Pré-Vestibular.

Gostou? Deixe uma resposta!