Los Mariachis – Cultura Mexicana

Boa noite, queridos/as!

Tem como pensar em México e não lembrar dos mariachi? Para mim não, logo me vem na cabeça a imagem daqueles cantores com roupas típicas e instrumentos diferentes cantando embaixo da janela de uma jovem que levanta da cama e fica a apreciar com olhar apaixonado a cantoria dos mariachi. (Para falar a verdade eu imagino a jovem jogando água neles rsrsr) Logo depois ela desce e vai encontrar com seu amado que a espera com um buque de flores (ala professor Girrafales) Eles se beijam, se casam e são felizes para sempre… Brincadeira gente. Deixemos o romantismo de lado e voltemos ao nosso tema principal, aqueles que são os responsáveis por essa linda história que acabei de vos contar. Os mariachi.

Mas afinal, o que realmente são os mariachi?? Uma coisa posso afirmar para vocês, eles são muito mais do que artistas, eles fazem parte da identidade do México.

Mariachi e sua identidade

A palavra mariachi tem dois significados, é um gênero musical popular do México e é também o nome dado aos grupos musicais que interpretam e fazem espetáculos do gênero, para ser mais especifica, é tanto os músicos (aqueles lá da serenata de amor) como as músicas que eles cantam.

Então vamos por parte que é para não confundir, se é que tem como separar um do outro, para mim os dois significados andam de mãos dadas. Onde um está o outro também “tá”.

Gênero musical

Primeiro falaremos do mariachi gênero musical. Reza a lenda que o ritmo originou- se no estado de Jalisco, em uma vila rural Cocula, perto de Guadalajara (adoro essa palavra). O gênero cresceu entre os lavradores e peões locais, misturava influencias de ritmos europeus, indignas e africanos. Talvez na época ninguém imaginasse o quão importante esse gênero iria se tornar futuramente.

Inicialmente as músicas mariachis eram mais comuns em pequenos vilarejos, em igrejas e festas familiares. Após a ditadura Porfírio Diaz a música mariachi se tornou símbolo de orgulho mexicanos, logo chegaram as grande cidades. Com o passar do tempo, os mariachis passaram a se dedicar mais aos estudos de música e as músicas ganharam arranjos melhores, foi como uma especie de profissionalização dos músicos que antes tocavam em suas pequenas vilas e chegaram na cidade grande para ganhar a aprovação de todos, até mesmo a elite mexicana passou a apreciar o ritmo.

Aquele grupo que conhecemos hoje em dia

Já os mariachis cantores, são grupos de mais ou menos cinco pessoas que tocam o ritmo. Se você vai ao México provavelmente verá um grupo tocando, eles estão em toda parte.

Emblemáticos e inconfundíveis, o mariachis tem um jeito todo especial de se apresentar, suas vestimenta (traje de charro) e seus instrumentos chamam a atenção do público que os assistem.

Tipos de mariachis

Atualmente existe dois tipos de mariachis, os tradicionais e os modernos. Os tradicionais foram os primeiros a surgir, eles tocavam somente instrumentos musicais de cordas como o violino, viola de mão, arpa, guitarrón (aquele violão grande) e contrabaixo.

Já os modernos são esses que conhecemos hoje em dia, algumas coisas mudaram, além dos instrumentos já usados pelos tradicionais eles agregaram novos instrumentos como a arpa e as trombetas (cá entre nós, essa faz grande diferença no som dos mariachis), o número de integrantes aumentou e as roupas que passaram a usar.

Normalmente eles sempre estão muito bem vestidos, a vestimenta que os mariachis modernos usam é composto por uma jaqueta curta bem adornada ou um terno, gravata, calça ajustada, camisa e botas. E é claro que não poderia faltar talvez a parte mais emblemática, o chapéu de asa larga que assim como o a jaqueta é adornado e geralmente é de palha (lindíssimo!). As cores que eles mais usam é o famoso pretinho básico ou branco, más não é uma regra. Já ia me esquecendo, outra característica que eu percebo nos mariachis é bigodón. As roupas que eles usam é realmente muito bonita e também muito cara.

Se por ai dizem quando os estrangeiro ouvem a palavra brasileiro e já pensam em samba, quando o assunto é festa no México há de se pensar em mariachi. Esse tipo de música toda em todo tipo de comemoração aniversários, casamentos, batizado, serenatas e até funerais. É obvio que nem só de mariachi vivem os mexicanos, más esse é sim um ritmo que faz parte da vida deles.

É de costume que eles se apresentem em locais públicos, eles podem por exemplo chegar num restaurante onde você e seus amigos estão e cantarem uma ou duas músicas, vai depender da animação do público. Você só não pode se esquecer de pagar uma gorjeta (que em espanhol se fala propina) para eles, é claro né gente, ninguém trabalha de graça, nunca é demais lembrar.

Repercussão dos mariachis

De tão especial e popular, no ano de 2011 a Unesco declarou que o mariachi é Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade (titulo mais que merecido). Como forma de preservar a cultura mariachi todos os anos acontece o Encontro Internacional do Mariachi e a charrería, geralmente ocorre no mês de agosto, os mariachis se apresentam com a Orquesta Filarmónica no Teatro Degollado (é um espetáculo maravilhoso).

Outro lugar que você encontrará vários mariachis é nos filmes, é muito comum ver principalmente a cena que descrevi no primeiro paragrafo. Nem só de coadjuvante vive o mariachi, em 1992 foi lançado o filme “O mariachi”, é um filme de ação cujo personagem principal viaja pelo México a procura de uma vaga para trabalhar como mariachi, só que as coisas começam a dar errado quando ele é confundido com um assassino… para saber o resto da história vocês devem assistir ao filme.

E para finalizar, os deixo com um clássico La cucaracha versão mariachi.

La Cucaracha, la Cucaracha,
Ya no puede caminar
Porque no tienne, porque le falta
Marihuana que fumar…

Existem muitos vídeos na internet que mostram como é o Mariachi, suas vestimentas e seus costumes! Se você quer viajar para países que falam espanhol, comece a pesquisar sobre as curiosidades para onde deseja viajar, assim, quando chegar lá estará bem mais familiarizado com tudo ao seu redor!

Espero que tenha ajudado!

Um grande abraço,

Maestra Alessandra Ramalho

Cursou Língua Inglesa para aperfeiçoamento pelo Programa Inglês Sem Fronteiras pela CAPES. Ministrou curso de Língua Espanhola em um curso específico preparatório para o ENEM no CCAA de Rio Casca, em Minas Gerais. Atuou como facilitadora de língua inglesa - Pro Jovem Adolescente (2009/2011), na Wizard Idiomas (2005/2009), na Neway Idiomas (2012) e na MinasBrasil Cursos & Idiomas (2015/2016; docente de Inglês Instrumental do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará pelo programa federal PARFOR, onde atuou como bolsista e pelos cursos técnicos em Eventos e Informática para Internet.
COMPARTILHE!

Alessandra Ramalho

Cursou Língua Inglesa para aperfeiçoamento pelo Programa Inglês Sem Fronteiras pela CAPES. Ministrou curso de Língua Espanhola em um curso específico preparatório para o ENEM no CCAA de Rio Casca, em Minas Gerais. Atuou como facilitadora de língua inglesa - Pro Jovem Adolescente (2009/2011), na Wizard Idiomas (2005/2009), na Neway Idiomas (2012) e na MinasBrasil Cursos & Idiomas (2015/2016; docente de Inglês Instrumental do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará pelo programa federal PARFOR, onde atuou como bolsista e pelos cursos técnicos em Eventos e Informática para Internet.

Gostou? Deixe uma resposta!