O MOVIMENTO DIRETAS JÁ NO BRASIL

O tema principal versa sobre o período histórico referente às manifestações sociais das diretas já, acerca da ênfase demandada pela luta da (re) democratização do país de forma bastante explícita e tangente, com a participação popular através dos movimentos sociais.

Destarte, foi um movimento civil de reivindicação por eleições presidenciais diretas no Brasil ocorrido entre 1983 e 1984. De modo que, a possibilidade de eleições diretas para a Presidência da República no Brasil se concretizaria a partir da votação da proposta de Emenda Constitucional Dante de Oliveira pelo Congresso. No entanto, a Proposta de Emenda Constitucional foi rejeitada, frustrando em peso a sociedade brasileira. Ainda assim, os adeptos do movimento, conquistaram uma vitória parcial no ano seguinte, quando Tancredo Neves foi eleito presidente pelo Colégio Eleitoral.

Nesse sentido, o texto do professor Vanderlei Nery (2010), elucida com muita propriedade sobre o processo da campanha que polarizou a sociedade brasileira, pois propunha eleições diretas para eleição do Presidente da República, posterior a um longo período de ditadura civil-militar no Brasil. O governo tentava garantir que o subsequente presidente, fosse eleito mediante colégio eleitoral, enquanto as oposições buscavam o retrocesso político.

O artigo  de Vanderley Nery (2010), demonstra que através da teoria marxista do Estado, existia um compromisso com a ideologia de ampliação dos espaços democráticos e da cidadania no Brasil bem como dos limites que resultaram em tais escolhas.

Por fim, acredita-se mesmo que o movimento social popular das diretas já representou um marco para a democracia no Brasil e por certo mobilizou toda a sociedade brasileira por mudanças significativas e para a queda do regime militar no Brasil, assim como  a campanha das Diretas afastou os militares da política e  abriu passagem para o período democrático.

Especialista em Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça pela Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (2016). Especialista em Sociologia e Ensino de Sociologia pelo Centro Universitário Claretiano (2014), especialista em Adolescência e Juventude pela Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação da Universidade Católica de Brasília (2013), possui especialização em Direito e Inteligência pela Universidade Católica de Brasília (2012). Graduada em Ciências Sociais através da Escola de Comunicação, Educação e Humanidades da Universidade Metodista de São Paulo (2016). É tecnóloga em Segurança e Ordem Pública pela Escola de Humanidades e Direito da Universidade Católica de Brasília (2010). Atualmente é professora de sociologia atuando no triângulo mineiro. É também acadêmica do curso de bacharelado em Direito pela Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) e colaboradora colunista do blog EducaHelp na disciplina de sociologia.
COMPARTILHE!

Isabôhr Mizza

Especialista em Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça pela Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (2016). Especialista em Sociologia e Ensino de Sociologia pelo Centro Universitário Claretiano (2014), especialista em Adolescência e Juventude pela Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação da Universidade Católica de Brasília (2013), possui especialização em Direito e Inteligência pela Universidade Católica de Brasília (2012). Graduada em Ciências Sociais através da Escola de Comunicação, Educação e Humanidades da Universidade Metodista de São Paulo (2016). É tecnóloga em Segurança e Ordem Pública pela Escola de Humanidades e Direito da Universidade Católica de Brasília (2010). Atualmente é professora de sociologia atuando no triângulo mineiro. É também acadêmica do curso de bacharelado em Direito pela Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) e colaboradora colunista do blog EducaHelp na disciplina de sociologia.

Um comentário em “O MOVIMENTO DIRETAS JÁ NO BRASIL

  • 27 de abril de 2017 em 23:07
    Permalink

    Muito bom teu texto. Grande abraço 😄☺.

    Resposta

Gostou? Deixe uma resposta!