O núcleo e estrutura dos cromossomos

Olá, pessoal!

Hoje estudaremos o núcleo e os cromossomos.

O pesquisador escocês Robert Brown (1773 – 1858) foi o primeiro a reconhecer a importância do núcleo para uma célula. Diversas experiências foram realizadas para provar esta afirmação. Uma delas realizada por Balbiani, que separou uma ameba em dois fragmentos, um anucleado e outro nucleado. Ele verificou que o fragmento anucleado morria dentro de alguns dias, enquanto que o nucleado sobrevivia.

 

O NÚCLEO

O núcleo é uma das mais importantes organelas de uma célula animal. É nele que ficam guardados os genes, que carregam as informações fundamentais para o funcionamento da célula e, consequentemente, de todo o organismo. São os genes que transmitem as características da espécie, de uma geração a outra, na reprodução. É o centro de controle da célula.

NUCLÉOLOS

Os nucléolos são corpos esponjosos, de formato esférico, presentes no interior do núcleo celular. São formados por proteínas (RNA e DNA). Nos nucléolos são formados os ribossomos, que atuam no processo de síntese de proteínas.

CROMATINA

A cromatina é o material genético presente no núcleo. As cromatinas são compostas por moléculas de DNA em associação com determinadas proteínas.

A cromatina é um conjunto de fios, formado por uma longa molécula de DNA associada a moléculas de histonas, um tipo especial de proteína. Esses fios são os cromossomos.

Quando se observam núcleos corados ao microscópio óptico, nota-se que certas regiões da cromatina se coram mais intensamente do que outras. Os antigos citologistas já haviam observados esse fato e imaginado, acertadamente, que as regiões mais coradas correspondiam a porções dos cromossomos mais enroladas, ou mais condensadas, do que outras.

Para assinalar diferenças entre os tipos de cromatina, foi criado o termo heterocromatina (do grego heteros, diferente), que se refere à cromatina mais densamente enrolada. O restante do material cromossômico, de consistência mais frouxa, foi denominado eucromatina (do grego eu, verdadeiro).

Obs: DNA + Histona = nucleossomo

ESTRUTURA E CONSTITUIÇÃO DOS CROMOSSOMOS

O período de vida da célula em que ela não está em processo de divisão é denominado interfase. A cromatina da célula na intérfase, como já foi mencionada, é uma massa de 46 filamentos, logos e finos chamados de cromossomos. Cada espécie tem número fixo de cromossomos em todas as células somáticas, e podem ser haploides (n) ou diploides (2n).

A cromatina é constituída de nucleoproteínas que, em sua maior parte, são o RNA e DNA, além das proteínas globulares denominadas histonas, fosfatídeos e elementos minerais, como cálcio e magnésio.

As moléculas de DNA são os constituintes fundamentais do cromossomo, e são formados por bases nitrogenadas, dentre as quais estão as purinas, representadas pela adenina e guanina; e as pirimidinas, representadas pela citosina e timina. Essas bases se ligam pelas pontes de hidrogênio. No RNA temos a base  nitrogenada uracila no lugar da timina. Existem três tipos de RNA: o mensageiro, o transportador e o ribossômico.

Uma base nitrogenada e dois tipos de açúcar fazem toda a diferença nas moléculas de DNA e RNA.

Estruturalmente, o cromossomo apresenta a unidade estrutural filamentosa de DNA em forma de espiral, e é envolvido por uma substância proteica.
Pode-se destacar as seguintes partes de um cromossomo:

  • Cromatídeos – Resulta da divisão longitudinal dos cromossomos durante o processo de divisão celular;
  • Centrômero – É a constrição primária que divide o cromossomo em dois braços e permite movimento durante a divisão celular;
  • Satélite – É a porção terminal de material cromossômico. Apresenta-se separado do cromossomo por uma constrição secundária.

Tipos

  • Cromossomo Telocêntrico: O centrômero encontra-se na extremidade do cromossomo, em sua região terminal, fazendo com que se pareça uma espécie de pinça.
  • Cromossomo Acrocêntrico: Aqui o centrômero localiza-se próximo a uma das extremidades do cromossomo, mas não totalmente nela. Este efeito faz com que um braço seja bem maior que o outro.
  • Cromossomo Submetacêntrico: Neste caso o centrômero está apenas um pouco afastado do meio do cromossomo.
  • Cromossomo Metacêntrico: Nos metacêntricos o centrômero está localizado bem no meio do cromossomo, como o próprio nome sugere em sua metade, deixando-o num formato exato de X.

Bons estudos!

 

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO

1. (Uel) A organela citoplasmática que se origina a partir do nucléolo e que sintetiza proteínas é o:

a) ribossomo. b) centríolo. c) lisossomo. d) cloroplasto. e) complexo de Golgi.

2. (Unitau) A célula nervosa, o espermatozóide e o zigoto possuem, respectivamente:

a) 46, 46 e 46 cromossomos

b) 23, 46 e 23 cromossomos

c) 23, 23 e 46 cromossomos

d) 46, 23 e 23 cromossomos

e) 46, 23 e 46 cromossomos

3. (Fuvest-gv) Por que a ausência de nucléolo compromete a síntese de proteínas em uma célula eucarionte?

4. (UEL) Considere as seguintes afirmações relativas ao nucléolo:

  1. É uma região de intensa síntese de RNA ribossômico.
  2. No nucléolo, as moléculas de RNA ribossômico associam-se a proteínas formando as subunidades que comporão os ribossomos.
  3. A organização do nucléolo independe dos cromossomos que compõem o núcleo.

Dessas afirmações, APENAS

a) I é verdadeira.

b) II é verdadeira.

c) III é verdadeira.

d) I e II são verdadeiras.

e) II e III são verdadeiras

5. (UFPB) A figura, a seguir, representa uma célula eucariótica com detalhe para o núcleo e seus constituintes.

De acordo com as funções desempenhadas pelos constituintes indicados na figura, identifique as afirmativas corretas:

0  0 – O envoltório nuclear comunica-se com o retículo endoplasmático granular.

1  1 – A síntese de proteínas será afetada, se o nucléolo for experimentalmente removido ou impedido de funcionar.

2  2 – Os poros permitem a passagem da cromatina para o citosol, fenômeno indispensável para que ocorra a síntese de proteínas.

3   3  – A cromatina é constituída pelas moléculas de DNA associadas a proteínas.

4   4 – Os poros permitem a entrada das subunidades dos ribossomos para o núcleo.

6. (FESP) A ilustração abaixo representa tipo de cromossomos indicados por A, B e C, denominados respectivamente:

a) metacêntrico, submetacêntrico, acrocêntrico.

b) acrocêntrico, submetacêntrico, metacêntrico.

c) acrocêntrico, metacêntrico, submetacêntrico.

d) metacêntrico, acrocêntrico, submetacêntrico.

e) submetacêntrico, acrocêntrico, metacêntrico.

7. (UFRGS) O desenho abaixo representa um cromos­somo da espécie humana.

Como se chama a região indicada pela seta? De que substância ela é formada?

a) cromátide – DNA

b) centrômero – RNA

c) cromátide – RNA

d) cromossomos – RNA

e) centrômero – DNA

8. (Unioeste) O núcleo nas células desempenha o papel de portador dos fatores hereditários e controlador das atividades metabólicas. Em relação a essa importante estrutura e seus constituintes é correto afirmar que:

(01) O núcleo interfásico de células vegetais apresenta uma carioteca cuja estrutura não permite a comunicação com o citoplasma.
(02) O núcleo de células eucarióticas animais durante a interfase apresenta-se desprovido de carioteca, cariolinfa e nucléolo.
(04) O nucléolo é uma estrutura intranuclear, desprovida de membranas, composto por DNA, RNA ribossômico e proteínas.
(08) No núcleo eucariótico o conjunto haplóide de cromossomos é denominado cariótipo, enquanto que o número, forma e tamanho dos cromossomos é denominado genoma.
(16) O número de cromossomos é constante para cada espécie, porém o número de cromossomos e o grau evolutivo das espécies não estão relacionados.
(32) Nos cromossomos, a heterocromatina corresponde a regiões que permanecem muito condensadas na interfase e apresenta-se inativa na transcrição do DNA em RNA.
(64) Nas células vegetais durante a interfase não é possível identificar o núcleo dotado de carioteca, nucléolo e cromatina, através de qualquer técnica de preparação utilizada.

9. (UEMS) Analise as seguintes afirmações:

  1. A cromatina é composta por uma molécula de DNA enrolada em proteínas denominadas histonas.
  2. A Eucromatina corresponde a uma região em que o DNA se apresenta desenrolado, porque seus genes não estão ativos.
  3. A Heterocromatina corresponde a uma região em que os genes estão inativos ou desligados, uma vez que o DNA não tem uma boa superfície de contato com as substâncias dissolvidas no nucleoplasma.

Está(-ão) correta(s):

a) Apenas I e II.

b) Apenas I e III.

c) Apenas I.

d) Apenas II.

e) Apenas II e III.

 

RESPOSTAS

1.A

2.E

3.O nucléolo é um reservatório de RNA ribossômico, matéria prima para a síntese dos ribossomos. Estes organóides são os responsáveis pela produção das proteínas celulares. Sem o nucléolo não há ribossomos disponíveis para a síntese protéica.

4.D

5. VVFVF

6.A

7.A

8. FFVFVVF

9.B

 

 

 

Graduada em Nutrição pela Favip/Devry. Amo Biologia. Sempre estudei e me esforcei para alcançar meus objetivos. Acredito que a educação pode mudar as pessoas... Conheci o EducaHelp, que com posts simples trazia conteúdo objetivo! Agora sou Colunista e espero ajudar outros estudantes a compreender o maravilhoso mundo da BIOlogia!
COMPARTILHE!

Raquel Gomes

Graduada em Nutrição pela Favip/Devry. Amo Biologia. Sempre estudei e me esforcei para alcançar meus objetivos. Acredito que a educação pode mudar as pessoas... Conheci o EducaHelp, que com posts simples trazia conteúdo objetivo! Agora sou Colunista e espero ajudar outros estudantes a compreender o maravilhoso mundo da BIOlogia!

Gostou? Deixe uma resposta!