Polaridade das moléculas.

Oi, gente, tudo bem com vocês?

Antes de começar o conteúdo em si que tal uma perguntinha?
P: Dois ursos foram jogados na água só um deles se dissolve, por quê?

🙊👉👈

A polaridade das moléculas pode ser denominado como polaridade íon-fórmula, é um propriedade que determina a compreensão de solubilidade, (capacidade limite de dissolução de determinada substância (soluto) em outra substância (solvente))), e auxilia na compreensão de como as moléculas interagem ( forças intermoleculares). Essa polaridade está relacionada com a distribuição de elétrons ao redor dos átomos.

Agora vamos deixar essa definição mais clara? 💡

De maneira genérica o que determina a polaridade de uma molécula é identificar os polos que ela apresenta, COMO ASSIM?
Simples! Basta identificar se essa molécula possui polos negativos e positivos ou não. Para determinarmos se uma molécula é polar ou não (apolar) é necessário nos atentarmos a dois fatores: eletronegatividade e geometria molecular.

Eletronegatividade entre átomos:
Se a molécula tiver dois átomos do mesmo elemento, ou seja, se for moléculas simples como O2, N2, Cl2, H2 essas moléculas são denominadas APOLARES, pois não há diferença de eletronegatividade. Pensa que cada átomo forma um vetor, exemplo:

H<– –>H

Cada Hidrogênio, “puxa” o elétron pra si, gerando uma resultante igual a 0 ou podemos usar a propriedade de “cortar” vetores, que nesse caso estão em sentido oposto e com a mesma força, logo “cortamos” os vetores,  sendo assim, H2 é uma molécula apolar.

MAS….

“E se fosse moléculas diatômicas com átomos diferentes? Só cancelar os vetores ?” NÃO!

Pois essas moléculas possuem átomos distintos e se os átomos são distintos não possuem a mesma eletronegatividade ( capacidade (“força) de atrair elétrons)). Como exemplo, HF, HBr, HCl e outros, veja:

H<–  ——>Cl

A eletronegatividade do Cloro (Cl) é maior do que a do átomo de Hidrogênio (H), logo, essa molécula é Polar.

“Tia, você está me dizendo que sempre que a molécula for diatômica de elementos diferentes ela será Polar e sempre que for do mesmo elemento será Apolar? SIIIIIM! Exatamente.

Geometria da molécula:

É o estudo de como os átomos estão distribuídos espacialmente em uma molécula, ou seja, é a posição que o átomo “se encontra”  quando ligado em outro.

Para determinar a geometria molecular é necessário escrever a fórmula da molécula e saber qual é o átomo central.

É bom, neste momento você já ter estudado eletronegatividade na tabela periódica, assim, ficará mais simples o conceito de geometria da molécula. 

A geometria molecular torna-se necessária para entendermos o momento dipolar,  que é a intensidade do dipolo elétrico que as ligações polares apresentam, representado por vetores (setinhas -> <-). Já o momento dipolar resultante é a soma de todos esses vetores. Se essa soma for igual a 0 , a molécula é apolar; mas, se o momento dipolar resultante der diferente de zero, a molécula é polar. 

Terminarei o post deixando como explicação de “Geometria molecular” algumas imagens que acredito que são mais didáticas do que se eu fosse explicar através de textos.

Figua 1:
Teoria da repulsão de elétrons

Figura 2
Polaridade de moléculas de acordo com suas geometrias.

GENTEEEEEEEEEEEE!!!! Não se desesperem, às vezes, entender conceitos não é tão fácil, mas, confio na capacidade de vocês. E caso queiram, faço um post específico sobre geometria molecular, lembrando que, nessas figuras apareceram apenas as “mais  comuns” existem várias geometrias.

P: Dois ursos foram jogados na água só um deles se dissolve, por quê?

R: Porque ele era um urso Polar.

PS1:. Espero que vocês tenham gostado e que o post dê, no mínimo, uma noção de polaridade de moléculas.

PS2:. Desculpa minhas piadinhas toscas.  (não é sincero isso)

PS3:. Caso tenham dúvidas e talz, podemos encontrar um meio que vocês possam me fazer perguntas/respostas.

PS4:. Indico os Feltre’s (Ricardo Feltre) para vocês é um bom autor e de linguagem fácil.

Beijos,

<3

COMPARTILHE!

Gostou? Deixe uma resposta!